Mentoplastia - Aumento ou redução do queixo

A proposta de submeter-se a uma cirurgia plástica faz-se necessário estar esclarecido de detalhes importantes. Leia atentamente todos os documentos, solicite explicações se achar conveniente, reflita sobre todos os detalhes e se tiver dúvidas anote para esclarecer na consulta. Para a satisfação, quanto ao efeito da cirurgia plástica, estar consciente da sua escolha e estar preparado para todos os aspectos envolvidos, os esclarecimentos visam tornar sua cirurgia mais segura e tranquila.

A consulta pelo cirurgião plástico devidamente especializado, habilitado pelo Conselho Regional de Medicina e credenciado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica; as analises das queixas são feitas dentro das técnicas e os limites da especialidade, orientando-se o que pode ser feito para cada caso específico.

A cirurgia visa sempre melhorar os defeitos e imperfeições, usando-se todos os meios técnicos disponíveis, entretanto o paciente deve estar consciente de que pode haver situações imprevisíveis, independentes da atuação do medico, tais como: alergias, infecções, necroses, retrações, dificuldades de cicatrização, edemas, hematomas, seromas, rejeições. 

O médico emprega técnicas baseadas num padrão estatístico de publicações em congressos, livros e revistas médicas especializadas, entretanto toda a técnica tem um índice de complicações, mesmo que se tenha toda segurança e cuidado o paciente deve estar ciente das ocorrências. O importante é a assistência do médico para amenizar estas complicações sendo que em alguns casos se faz necessário um novo procedimento cirúrgico para as devidas correções

A expectativa em relação ao efeito da cirurgia deve ser bem consciente e cuidadoso, sendo esclarecido pelo médico quais são as reais perspectivas dentro do meio técnico empregado e os vários fatores dependentes. O momento escolhido para cirurgia deve ser planejado com saúde física e mental estáveis, com tranqüilidade e repouso sem stress longe dos problemas.

Informar com clareza sobre sua saúde medicamentos em uso, doenças pré-existentes, hábitos, obedecendo às orientações, exames laboratoriais, avaliações, prescrições, fotografias. Seguir recomendações quanto abstinência de drogas, álcool, fumo, vasodilatadores, medicamentos naturais, alimentos com conservas e ainda atividades físicas e exposição ao sol, pois pode comprometer a cicatrização.

O acompanhamento programado pós operatório com curativos e revisões é feito supervisionado pelo méico, os acompanhantes devem ficar na sala de espera para que a assistência seja feita com tranqüilidade lembrando que edema equimoses pode acontecer no pós operatório.

Informe ao médico qualquer dúvida, problema ou alteração. Caso seu curativo molhe comunique não tente fazer em casa; use sempre a malha soutein ou faixa recomendada seguindo as sessões de fisioterapia e drenagem linfática.

No pós operatório o repouso é importantíssimo, programe-se para ficar sem fazer esforços, dirigir, fazer compras; é importante ter alguém que possa lhe dar estas assistências pessoais.

O efeito final da cirurgia depende da cicatrização de cada organismo, em média de seis meses a um ano para completa redução de edemas e ocasionalmente pode haver necessidade de complementos da cirurgia que serão avaliados pelo cirurgião plástico.

Caso tenha outras dúvidas ou algum detalhe a serem explicados anote e traga para a consulta
O cuidado e atenção com o paciente visa à intenção e o desejo do medico para que tudo transcorra com segurança, tranqüilidade e que o efeito da cirurgia seja bem sucedido.

 

ESCLARECIMENTOS SOBRE MENTOPLASTIA

1. Como ficarão as cicatrizes?

Cada paciente tem uma cicatrização diferente de acordo com sua característica. As cicatrizes ficam em locais do sulco gengival ou sub-mento de uma maneira que fiquem disfarçadas, mas elas são permanentes podendo ficar imperceptível ou até hipertróficas.

2. Existe correção para cicatrizes hipertróficas?

Existe tratamento especifico tipo aplicações ou cremes que vão atenuar ou cirurgias.

3. Há riscos nessas cirurgias?

Todo ato medico inclui um risco variável. Mas depende do estado de saúde do paciente e das prevenções e cuidados.

4. Como é a peça de silicone a ser introduzida?

São pré-moldadas em vários tamanhos de acordo com o caso.

5. O silicone é perigoso?

Há mais de 35 anos o silicone é usado da forma sólida, como nesta prótese. Em nenhum caso foi constatado presença de ação cancerígena. O organismo cria uma cápsula fibrosa em torno da prótese isolando-a.

6. Exames e fotografias são importantes?

Fazem parte do planejamento cirúrgico e das avaliações do estado de saúde do paciente.

7. Poderei escolher para o meu futuro queixo a forma que eu desejar?

Não, existe um equilíbrio estético entre a face e o queixo, que o cirurgião deve preservar para dar a forma ao queixo de acordo com a face. Cada caso é estudado individualmente.

8. O efeito definitivo em relação à forma e função é imediato?

Não, O pós-operatório vai ter varias fases, após a retirada do curativo notam-se as varias correções realizadas, o edema, que vai até o 6º mês, quando a cicatrização vai dando a forma definitiva, embora exista edemas transitórios por até um ano.

9. Por quanto tempo persiste o efeito corrigido?

Por longo tempo, embora como qualquer parte do organismo poderão ocorrer alterações do contorno.

10. Quais são as possíveis complicações?

Edemas persistentes, sangramentos, pequenas deformidades do contorno. E em raros casos infecção e eliminação da prótese.

11. Que tipo de anestesia é usado?

Na maioria dos casos a anestesia local com sedação monitorizada pelo anestesista.

12. Quanto tempo demora a cirurgia?

A cirurgia de rinoplastia completa, em torno de 1 a 2 horas. Mas é importante entender o tempo de preparo para a cirurgia e o tempo de recuperação pós-operatória.

13. Qual o tempo de internação?

De 12 horas, a depender do conforto e segurança do paciente.

14. São usados curativos?

São usados curativos de micropore sobre o contorno do queixo por 07 dias.

15. Ocorrem sangramentos no pós-operatório?

Até 48 horas podem ocorrer pequenos sangramentos.

16. Há dor no pós-operatório?

O uso de analgésicos comum controla os sintomas de dor.

Quando poderei tomar sol?

Evitar a exposição direta até 04 meses, mesmo usando protetor solar.

17. Quando são retirados os pontos?

Alguns pontos são retirados até 07 dias, sendo que a maioria dos pontos é absorvível pelo organismo.

18. Qual a evolução pré-operatória?

Na primeira semana nota-se, edemas e manchas de infiltrados de sangue, comuns em todos os pacientes. De acordo com cada organismo, esses sinais e sintomas vão se dissipando e também com ajuda da drenagem linfática pós-operatória o edema vai se desfazendo mais rápido. O acompanhamento do cirurgião que vai orientando quanto à introdução de cremes e outros cuidados.

19. Exames e fotografias são importantes?

Fazem parte do planejamento cirúrgico e das avaliações do estado de saúde do paciente.

 

Esclareça e anote outras dúvidas.