Otoplastia - Correção de Orelhas de Abano

A proposta de submeter-se a uma cirurgia plástica faz-se necessário estar esclarecido de detalhes importantes. Leia atentamente todos os documentos, solicite explicações se achar conveniente, reflita sobre todos os detalhes e se tiver dúvidas anote para esclarecer na consulta. Para a satisfação, quanto ao efeito da cirurgia plástica, estar consciente da sua escolha e estar preparado para todos os aspectos envolvidos, os esclarecimentos visam tornar sua cirurgia mais segura e tranquila.

A consulta pelo cirurgião plástico devidamente especializado, habilitado pelo Conselho Regional de Medicina e credenciado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica; as analises das queixas são feitas dentro das técnicas e os limites da especialidade, orientando-se o que pode ser feito para cada caso específico.

A cirurgia visa sempre melhorar os defeitos e imperfeições, usando-se todos os meios técnicos disponíveis, entretanto o paciente deve estar consciente de que pode haver situações imprevisíveis, independentes da atuação do medico, tais como: alergias, infecções, necroses, retrações, dificuldades de cicatrização, edemas, hematomas, seromas, rejeições. 

O médico emprega técnicas baseadas num padrão estatístico de publicações em congressos, livros e revistas médicas especializadas, entretanto toda a técnica tem um índice de complicações, mesmo que se tenha toda segurança e cuidado o paciente deve estar ciente das ocorrências. O importante é a assistência do médico para amenizar estas complicações sendo que em alguns casos se faz necessário um novo procedimento cirúrgico para as devidas correções

A expectativa em relação ao efeito da cirurgia deve ser bem consciente e cuidadoso, sendo esclarecido pelo médico quais são as reais perspectivas dentro do meio técnico empregado e os vários fatores dependentes. O momento escolhido para cirurgia deve ser planejado com saúde física e mental estáveis, com tranqüilidade e repouso sem stress longe dos problemas.

Informar com clareza sobre sua saúde medicamentos em uso, doenças pré-existentes, hábitos, obedecendo às orientações, exames laboratoriais, avaliações, prescrições, fotografias. Seguir recomendações quanto abstinência de drogas, álcool, fumo, vasodilatadores, medicamentos naturais, alimentos com conservas e ainda atividades físicas e exposição ao sol, pois pode comprometer a cicatrização.

O acompanhamento programado pós operatório com curativos e revisões é feito supervisionado pelo méico, os acompanhantes devem ficar na sala de espera para que a assistência seja feita com tranqüilidade lembrando que edema equimoses pode acontecer no pós operatório.

Informe ao médico qualquer dúvida, problema ou alteração. Caso seu curativo molhe comunique não tente fazer em casa; use sempre a malha soutein ou faixa recomendada seguindo as sessões de fisioterapia e drenagem linfática.

No pós operatório o repouso é importantíssimo, programe-se para ficar sem fazer esforços, dirigir, fazer compras; é importante ter alguém que possa lhe dar estas assistências pessoais.

O efeito final da cirurgia depende da cicatrização de cada organismo, em média de seis meses a um ano para completa redução de edemas e ocasionalmente pode haver necessidade de complementos da cirurgia que serão avaliados pelo cirurgião plástico.

Caso tenha outras dúvidas ou algum detalhe a serem explicados anote e traga para a consulta
O cuidado e atenção com o paciente visa à intenção e o desejo do medico para que tudo transcorra com segurança, tranqüilidade e que o efeito da cirurgia seja bem sucedido.

 

ESCLARECIMENTOS SOBRE OTOPLASTIA

1. Cirurgia de orelha de abano deixa cicatrizes?

Deixa uma cicatriz atrás da orelha localizada no sulco que fica imperceptível.

Estas cicatrizes podem evoluir hipertróficas, mas existem vários recursos para correção.

2. Existem correções para cicatrizes hipertróficas?

Existem tratamentos com infiltração de corticóides e excisões das cicatrizes.

3. Exames e fotografias são importantes?

Fazem parte do planejamento cirúrgico e das avaliações do estado de saúde do paciente.

4. Que tipo de anestesia é usado?

Na maioria dos casos a anestesia local com sedação monitorizada pelo anestesista.

E em crianças com anestesia geral.

5. qual o período de internação?

12 horas em hospital dia.

6. Quanto tempo demora o ato cirúrgico?

De 1 a 2 horas dependendo de cada caso. Mas é importante entender o tempo de preparo para a cirurgia e o tempo de recuperação pós-operatória.

7. São utilizados curativos?

Sim, são usados curativos com micropore que são retirados no dia seguinte.

8. Quando são retirados os pontos?

Alguns pontos são retirados até 07 dias, sendo que a maioria dos pontos é absorvível pelo organismo.

9. Quando poderei tomar banho completo?

Para molhar o local operado após 02 dias.

10. Qual a evolução pós-operatória?

As orelhas podem ficar doloridas, mas com o uso de analgésicos constante se resolve esta intercorrência. As orelhas ficam edemaciadas e com equimoses até duas semanas. Todas as dúvidas devem ser esclarecidas com o seu cirurgião.

11. Quando poderei retornar as minhas atividades e ginásticas?

Um repouso de 30 dias é importante seguindo as recomendações de evitar manipular o local operado.

Esclareça e anote outras dúvidas.